Páginas

Translate

domingo, 28 de abril de 2013

Saqqara

Saqqara é uma das necrópoles do Antigo Egipto, talvez uma das mais conhecidas.
Estende-se por cerca de 8 quilómetros de comprimento e 2 de largura. É a “cidade dos mortos” complementando Mênfis “cidade dos vivos”. O seu nome deriva possivelmente do deus Sokar ou Sokaris, deus protetor da necrópole.
Esta necrópole conheceu várias épocas de enterramento e se já nos proporcionou vários túmulos bem podemos imaginar o que mais esconderá sob as suas areias.

Auguste Mariette foi um dos seus primeiros exploradores. Dos seus trabalhos resultaram as descobertas do Serapeum  e de vários túmulos, dos quais recolheu vultuoso espólio.
Em 1924 Saqqara conheceu a primeira intervenção metódica, com Cecil M. Firth. Seguir-se-lhe-ão os trabalhos de Jean Philippe Lauer, que, com método e fervor, se dedica ao estudo e reconstrução do complexo funerário de Djoser.


1 Complexo funerário de Djoser
2 Complexo de Unas
3 Complexo de Sekhemkhet
4  Mastaba de Ptahhotep
5 Serapeum
6 Complexo de Userkaf
7 Complexo de Teti I
8 Mastabas (Mereruka, Kagemni e Ankhmahor entre outros)
9 Pirâmides das rainhas Khuyt e Iput
10 Descoberta de nova pirâmide da rainha Sesheshet
Mas Saqqara é uma necrópole vasta onde podemos encontrar:

- túmulos da I e II dinastias

- Complexo funerário de Djoser , III dinastia

- Complexo (inacabado) de Sekhemkhet ,  III dinastia

- Pirâmide de Chepseskaf, IV dinastia

- Pirâmide de Userkaf, V dinastia

- Pirâmide de Djedkare Isesi, V dinastia

- Pirâmide de Unas, V dinastia

- Pirâmide de Teti I, VI dinastia

- Pirâmide de Pepi I, VI dinastia

- Pirâmide Merenré, VI dinastia

- Pirâmide de Pepi II, VI dinastia

- Pirâmide de Kakaré Ibi, VIII dinastia

- Pirâmide de Khendjer, XIII dinastia

- Serapeum, XVIII dinastia

- Pirâmides das rainhas Khuyt,  Iput e Sesheshet

- necrópole de animais sagrados, Época Baixa

- túmulos de altos funcionários e membros da família real, I dinastia a época baixa – ex: túmulo de Horemheb, mastabas de Mereruka, Kagemni e Ankhmahor.

Em 2008 era publicado, no Diário de Notícias, um  artigo que enfatizava uma nova descoberta em Saqqara (e que, por curiosidade aqui reproduzo):
Ainda em 2008, a descoberta é confirmada por Zahi Hawass:

Em 2013 que haverá de novo em Saqqara?

Sites com interesse sobre a temática de Saqqara:
http://msaqqara.free.fr/index.htm
http://www.encyclopedie.bseditions.fr/article.php?pArticleId=59   

Imagens retiradas de:
http://www.encyclopedie.bseditions.fr
http://decouvertes-archeologiques-en-images.blogspot.pt
Enviar um comentário